LEITE DE SOJA CASEIRO, QUEIJO DE SOJA, TOFU e OKARA



Feijão de soja de molho





Máquina de fazer leite de soja (e outros leites vegetais de amêndoa, arroz, noz, sésamo, etc)


Filtro da máquina de fazer leite de soja



Okara


Tofu no molde com pedra em cima





Tofu pronto !

Tudo é aproveitado até à última gota quando é feito em casa.
Não é a primeira vez que faço tofu caseiro de raiz. Aproveitei a deixa do Sapuche para partilhar com os interessados em poupar dinheiro e que sejam consumidores habituais de tofu a extrema facilidade de obter um produto e ainda aproveitar o sub-produto (okara). P
or isso venho explicar agora como (poupando uns valentes cobres) se consegue, a partir de um punhado de feijões de soja obter três produtos totalmente caseiros.

Apesar de eu achar que vale a pena investir na compra de uma máquina de leite de soja (conheço a SoyQuick , que foi a que comprei e a Midzi que tem um modelo mais recente), também é possível fazer o leite de soja sem máquina. Eu uso a minha porque preciso de tempo para fazer outras coisas...e o programa tem uma duração máxima de 15 minutos apenas, findos os quais tenho leite de soja acabadinho de fazer.
A vantagem de fazer manualmente é que não estamos dependentes das quantidades específicas que a máquina requer. As desvantagens do método manual , para além do factor tempo é que, no processo de cozedura, quando o leite ferve (se não for mantida uma temperatura constante) pode entornar.
LEITE DE SOJA
Método Manual (adaptem as quantidade às vossas conveniências mantendo as proporções)
250 g de feijões de soja desidratados
1,5 l de água
Lavar os feijões de soja e deixá-los de molho durante 24h , lavando-os duas vezes durante esse período. Escorrer ao fim desse tempo e se quiser que o leite fique com um sabor menos intenso a "verde" retirar o máximo de películas que conseguir (também faço isto no processo mecânico).Triturar tudo muito bem num processador (ou na bimby) e acrescentar 1,5 l de água. Aquecer a mistura num tacho grande até começar a ferver e deixar cozer cerca de 30 min. a uma temperatura constante (70º). Podem fazer isto na Bimby.
Depois de decorrido esse tempo filtrar a mistura por um pasasdor de rede para um recepiente para obter o leite. Aos resíduos que ficam no passador (que mais não são que o puré dos feijões) dá-se a designação de Okara. Por favor não deitem isto fora que vai poder ser utilizado em montanhas de receitas (prometo que vão aparecer algumas na cozinha das cores...).

Método mecânico
Neste caso não há nada como seguir as instruções do fabricante (...LOL), depois de colocar a quantidade de feijões (indicada por cada marca de máquina) de molho. No caso da minha máquina eu coloco os feijões num filtro enroscando-o à cabeça da máquina. Coloco esta sobre o jarro (nunca encho até ao nível máximo para o leite ficar mais concentrado). Ligo e só tenho que carregar no botão start. O processo demora entre 13 a 15 min. findos os quais o leite fica pronto. Adorei aprender a fazer o leite de soja manualmente mas...vou reservar este conhecimento apenas para quando não tiver hipótese de usar a electricidade...
Com o leite pronto temos várias hipóteses:
.Utilizá-lo in natura ou acrescentar um sabor a gosto (pó de alfarroba, chocolate, café de cereais, açúcar integral, mel, geleia de milho, fruta em batido, etc) e bebê-lo, quente ou frio;
.Reservar para fazer iogurte ou para utilizar em receitas que levem este ingrediente como por ex. molho bechamel, uma vez que o leite se conserva alguns dias no frigorífico(apesar de eu preferir utilizá-lo logo para não perder propriedades);
. Fazer queijo de soja;
. Fazer tofu.

TOFU CASEIRO
Quando o leite (da máquina ) estiver pronto e ainda quente adicionar 1 ou 2 pacotes de cloreto de magnésio (à venda em lojas de produtos naturais) ou 1 a 2 c. de café de nigari (é o que uso, porque tem o mesmo efeito coagulante, tem a mesma composição e é mais barato...é só água do mar).
Deixo repousar durante cerca de 15 min. Quando o leite estiver coalhado, coloco-o numa caixa para tofu, previamente colocada dentro de um escorredor (aqui não é forçoso comprarem um Kit podem fazer adaptações com o que tiverem em casa) e forrada com um pano de algodão poroso. Dobro as pontas do pano para cima do preparado e pressiono com a tampa da caixa. Coloco uma pedra por cima se quiser obter um tofu firme (menos peso dá origem a um tofu mais suave) e deixo assim cerca de 2o min.
Podemos temperar o tofu quando estiver no pano, antes de prensar, com ervas aromáticas ou especiarias.
Depois de pronto ou se utiliza logo ou pode conservar-se no frigorífico dentro de um saco de plástico ou num tupperware tapado com água. Rende cerca de 200 a 250 gr. Por isso costumo pôr de molho uma quantidade maior de feijões para utilizar a máquina duas vezes seguidas.
QUEIJO DE SOJA
Deitar 1/2 l de leite de soja num recipiente grande, juntar 4 c. de café de sumo de limão e mexer bem. Cobrir com um prato e deixar à temperatura ambiente 24 horas. Depois de coagulado coar o soro com um pano. O queijo deverá ser consumido num prazo de tempo curto.
E agora o que é que vos impede de avançar para a poupança?...

11 comentários:

RUTE disse...

Estás determinada mulher. Imparável a mudar mentalidades :-))

Também tenho uma soyquick e um kit de tofú. Gostei do artigo, muito bem explicado.

Conceição disse...

Gostei muito do artigo, mas gostava e saber onde se compra nigari. Obrigada Conceição

borboleta africana disse...

Rute , de facto o tofu consegue fazer-se rapidamente em casa não há razão para gastos desnecesários.

Conceição ainda bem que gostou , o nigari compra-se nas lojas de produtos naturais (Celeiro, Terra Pura, Miosótis) e talvez se encontre nos hipermercados.
bjs às duas

pimenta rosa disse...

adorei o artigo mas fiquei com uma duvida, onde comprar a soyquick e o kit para fazer tofu?

paula disse...

estou muito tentada a comprar uma máquina para fazer leite de soja em casa, porque comprar é tão caro!!

mas tenho receio de não conseguir beber, de não gostar do sabor... é MUITO diferente dos leites de soja de compra?

beijoka

borboleta africana disse...

Pimenta Rosa comprei a minha máquina numa loja Terra Pura e também o kit para fazer Tofu (este não é essencial).Pode encomendar-se por internet no site do Centro Vegetariano.
Paula, pessoalmente também não gosto do leite de soja para beber. Utilizo-o essencialmente para confeccionar alguns pratos e molhos , para fazer tofu e queijo, "iogurte", etc.
É possível adicionar açúcar (mas do integral), mel, sal, depois de cozinhado mas ainda quente. Também pode adicionar chocolate ou alfarroba em pó, baunilha, etc.
Com esta máquina também pode fazer outros leites vegetais (amêndoa, avelã,aveia,arroz, amendoim, castanha de caju, noz,pinhões, pistachio, sementes de sésamo, girassol, linhaça...e muito mais.
Disponham.

Sapuche disse...

It looks like you did a great job making your own tofu, and I can’t help admiring your soymilk machine! As for your solar oven, I’m amazed! Astounded! Inspired! I really think it’s great what you’re doing. I’m going to check your site again soon to see what other interesting things you’re doing with soybeans and also with the Portuguese sun!

Miss Slim disse...

Faço em casa e gosto muito :)
Agora a máquina sinceramente foi uma roubada e bem grande.

Bjo

Margareth disse...

Gostei mto do site, bem explicado com ótimas dicas.
Por favor alguém pode me dar a dica para fazer iogurte com leite de soja.
Muito obrigada
Margareth

borboleta africana disse...

Olá Margareth

Desculpe só agora responder ao seu pedido... é que só agora regressei de férias.
O iogurte de soja pode fazer-se da seguinte forma:
1 l de leite de soja
3-4 colh. de leite de soja em pó
1 iogurte de soja natural

Pode adicionar 1 colher de chá de alga agar-agar em pó ou uma c. de sopa de farinha de araruta ou de maizena para obter um produto mais consistente. Neste caso dissolver num pouco de leite quente e misturar ao restante.
Há quem use uma colher de sopa de pectina para ficar mais cremoso.

Luiza Borges disse...

O que fazer com o resto da soja depois de feito o leite? Tem alguma receita?